Carregando Pesquisa
YouTube Facebook Twitter
Apostilas Artigos Tutoriais Aulas Blog Ferramentas de Rede Fórum Downloads Colabore Fale Conosco
» tutoriais
:: Serviços de Backup e Recuperação - 2ª Parte

www.microsoft.com.br 26/04/2007

 

Usando tecnologias de instantâneos para backup e recuperação

Um instantâneo é um mecanismo que fornece uma imagem consistente de um determinado sistema de arquivos ou volume de dados em um momento específico. Quando integrados ao backup e recuperação, os instantâneos podem oferecer uma poderosa proteção de dados e uma solução de alta disponibilidade com pouco ou nenhum impacto nos servidores de produção ou nos recursos de rede. Você pode usar uma imagem de instantâneo como ponto de referência para uma operação de backup e os dados primários podem continuar sendo modificados sem afetar a operação de backup após ter sido criado o instantâneo. Essa abordagem permite backups sem janela de tempo e restauração quase instantânea.

A tecnologia de instantâneos pode ser classificada de maneira genérica em duas categorias:

Instantâneos baseados em hardware

São instantâneos que dependem de subsistemas de disco e são executados no nível de subsistema de espaço em disco.

Instantâneos baseados em software

São instantâneos que usam funcionalidade do tipo cópia-na-gravação e são executados no nível de sistema host.

A escolha entre essas duas opções depende do número de sistemas host e dos dados de produção que precisam de um instantâneo. Como o instantâneo não inclui a funcionalidade de backup e recuperação, você deve integrar e coordenar as operações de instantâneos e de backup com o aplicativo que gerencia os dados para obter uma versão consistente e confiável dos dados na mídia de backup.

A Figura 4 ilustra um instantâneo baseado em software usando um processo de cópia-na-gravação.

Observação: as técnicas de instantâneos baseados em hardware dependem diretamente da solução de hardware selecionada, por isso não serão abordadas detalhadamente aqui.

Figura 4
Instantâneo baseado em software usando um processo de cópia-na-gravação

Neste diagrama, as gravações em disco são monitoradas para permitir que sejam replicadas usando um processo de cópia-na-gravação. Quando um instantâneo é criado, o bloco de dados alterado é usado como imagem para o backup usando o endereço do local do bloco alterado identificado pelo processo de cópia-na-gravação.

Há várias abordagens que podem ser adotadas ao se usar tecnologias de instantâneos em uma solução empresarial de backup e recuperação. Cópia de Sombra de Volume é um recurso do Windows Server 2003 que fornece uma infra-estrutura para a criação de cópias baseadas em instantâneos de um momento específico de um ou vários volumes.

Serviços de Cópia de Sombra de Volume

A capacidade de explorar completamente as vantagens de uma SAN para backup foi prejudicada pela falta de um software de vários fornecedores e compatível com várias plataformas que pudesse executar tarefas mais sofisticadas para tornar o gerenciamento mais fácil. Para resolver problemas de compatibilidade e interoperabilidade, o Windows Server 2003 conta com os serviços de Cópia de Sombra de Volume.

Cópia de Sombra de Volume é um mecanismo para a criação rápida de cópias de dados e o gerenciamento de backups e instantâneos. Ele proporciona uma forma padrão de interação de aplicativos do Windows com recursos de cópia de um momento específico (baseados em hardware ou em software) de qualquer fornecedor, permitindo que os fornecedores independentes de software tirem proveito dos recursos oferecidos pelo hardware de armazenamento. As edições Enterprise e Datacenter do Windows Server 2003 dão suporte a instantâneos de transporte de hardware, desde que os fornecedores de hardware forneçam um provedor para o serviço Cópia de Sombra de Volume. Em combinação com clientes Microsoft Windows XP, o recurso de Cópia de Sombra de Volume também permite que os usuários recuperem cópias antigas dos arquivos sem ter que pedir à equipe de suporte para restaurá-los. Isso reduz o tempo e o custo necessários para recuperar cópias antigas dos arquivos.

Usando o disco para backups de teste

Os discos são alternativas viáveis de baixo custo para armazenar dados a curto prazo. Eles também permitem a rápida recuperação de uma segunda cópia de dados cruciais. Embora você possa reduzir o tempo de inatividade do sistema até um certo ponto usando tecnologias de tolerância a falhas do sistema e de RAID, pode ser caro proteger dessa maneira os dados raramente usados ou menos importantes. Portanto, uma estratégia que você pode implementar é o teste de backups e imagens de instantâneos em um disco local ou em um disco baseado em SAN. Os dados podem ser constantemente copiados de um disco para outro. É possível fazer o backup dos dados em fita a intervalos bastante freqüentes; a freqüência depende dos requisitos de cada implementação.

O teste de dados de backup é importante porque lhe dá a opção de transferir os dados para um local secundário antes de transferi-los para a fita. Você pode agendar as cópias de dados para serem feitas com o mínimo de sobrecarga no desempenho do servidor e dos aplicativos, aumentando a disponibilidade dos dados antes de transferi-los para a fita. A transferência de uma cópia dos dados para o armazenamento online secundário antes que eles sejam transferidos para a fita garante a rápida recuperação dos dados mais recentes, dos quais ainda não foi feito um backup em fita. Ela também fornece um armazenamento temporário em uma segunda camada, da qual você pode transferir os dados para a fita sem a necessidade de procedimentos demorados de recuperação de fitas, mesmo que a capacidade seja limitada a manter apenas o equivalente a 24 horas de dados em forma de instantâneo com disponibilidade online. Você pode transferir os dados para a fita e liberar espaço em disco para o próximo instantâneo. O backup da cópia de instantâneo em vez da cópia primária online também faz com que o processo não ocupe uma janela de tempo.

A Figura 5 mostra o gerenciamento de dados de backup e instantâneo antes do arquivamento em fita.

Retenção de dados de backup e valor para a empresa

Figura 5
Retenção de dados de backup e valor para a empresa

Resumo

Este módulo fornece orientação detalhada sobre as opções de configuração que você pode usar para criar uma solução de backup e recuperação confiável e eficiente para uma organização de classe empresarial. Ao considerar a estratégia de backup e recuperação para seu ambiente, você precisa decidir quais das diferentes mídias de armazenamento, modos de backup e tipos de backup deve usar para minimizar o tempo de recuperação se um sistema falhar. Você também precisa determinar que topologia é a mais adequada para seu ambiente: backup e restauração de servidor local, backup e recuperação baseados em LAN ou backup e recuperação baseados em SAN.

Apêndice 1 — Planilha do Serviço de Backup e Recuperação

Este apêndice foi projetado para ajudá-lo a criar uma especificação de tarefas de design do serviço de backup e recuperação. Você deve usá-lo como base para uma planilha personalizada para futuros designs de serviços de backup e recuperação.

Informações do consumidor do serviço

Esta planilha irá ajudá-lo a configurar uma diretiva de agendamento e retenção de backup para cada serviço individual. Se alguma opção não se aplicar ao seu serviço, a abreviação N/A deve ser listada na caixa.

As seções a seguir relacionam as informações de que você precisa para fornecer backup e recuperação para cada dispositivo de rede ou servidor.

Nome do serviço

Especifique o nome do serviço.

Informações sobre o dispositivo

Especifique as informações do dispositivo de rede ou servidor nos seguintes termos:

Nome do dispositivo

Endereço IP do dispositivo (no formato X.X.X.X)

Nome FQDN

Número de servidores dos quais é preciso fazer backup

Serviço de cluster

Caso se trate de um serviço de cluster, as seguintes informações devem ser especificadas:

Qual é o número de nós?

Qual é o cluster preferencial?

Qual é a unidade de quorum?

Informações de zona

A arquitetura de rede consiste nas seguintes redes, cada uma das quais consiste em diferentes zonas:

Internet ou redes públicas: as interfaces públicas, totalmente não confiáveis, consistem em uma zona chamada zona pública não confiável. Nenhum serviço deve estar nessa zona, exceto dispositivos de borda e de rede de firewall.

Redes de perímetro: interfaces semiconfiáveis que contêm as seguintes zonas:

1.

Pública semiconfiável

2.

Particular semiconfiável

3.

Parceiro semiconfiável

Os serviços externos são colocados em uma das três zonas.

Redes internas: interfaces confiáveis que consistem nas seguintes zonas:

1.

Pública confiável

2.

Particular confiável

3.

Parceiro confiável

Os serviços internos são colocados em uma das três zonas.

Propriedades de dados

Você deve especificar as propriedades dos dados dos quais está sendo feito backup nos seguintes termos:

Qual é o intervalo atual de quantidades ou de tamanhos do conjunto de dados (em gigabytes)?

Seu serviço dá suporte para Cópia de Sombra de Volume (Sim/Não)?

Quais são os requisitos de segurança especiais? Você deve responder às seguintes perguntas:

1.

Os dados têm ACLs (listas de controle de acesso) exclusivas que podem impedir o serviço de backup de acessar os dados (Sim/Não)?

2.

A disponibilidade é a prioridade mais alta ou procedimentos de backup padrão seriam suficientes?

Locais de dados, programas e configurações

O administrador de backup precisa saber a letra da unidade e as informações do caminho para configurar corretamente o backup para um serviço e otimizar o desempenho de backup. Um serviço pode ter dados armazenados em diferentes locais em um único servidor. Todos os valores devem ser listados em conjunto: c:\dados\*.*, d:\usuários\*.*

Os seguintes itens precisam ser especificados aqui:

Qual é o caminho dos dados ou o caminho totalmente qualificado? Por exemplo:

c:\arquivos de programas\Projeto\*.*

Observação: se os dados estiverem em um banco de dados, forneça o nome do banco de dados. Se os dados estiverem no Exchange, forneça a versão do Exchange Server.

É possível aplicar filtros aos dados (como *.tmp, *.mp3)?

É preciso fazer backup do estado do sistema do computador (Sim/Não)?

É preciso fazer backup do sistema operacional do computador (Sim/Não)?

Há unidades mapeadas no servidor das quais é preciso fazer backup (Sim/Não)? Se a resposta for Sim, quais são as letras das unidades?

Relatórios

O proprietário do serviço ou o administrador do servidor precisam de relatórios do status de backup? Os relatórios devem levar em conta o seguinte:

Notificação: quem é notificado se houver erros durante um trabalho de backup?

1.

Proprietário do serviço

2.

Administrador do servidor

Período de relatórios: com que freqüência eles recebem relatórios de status de backup? Por exemplo, diariamente, semanalmente, mensalmente ou apenas em caso de erros?

Período de tempo de backup

Que alocações de tempo estão disponíveis para a execução de backups? Por exemplo, o backup deve começar às 2h e ser concluído às 4h.

Você deve levar em conta as seguintes informações:

Qual é o horário de início (manhã/noite)?

Qual é o horário de término (manhã/noite)?

O backup pode ser executado durante o horário comercial se não houver um impacto no desempenho para o dispositivo (Sim/Não)?

Armazenamento de dados

Há requisitos especiais para os dados? Você deve especificar as seguintes informações:

Os dados precisam ser criptografados (Sim/Não)?

Eles precisam ser separados de outros dados por motivos de segurança (Sim/Não)? Por exemplo, motivos de continuidade dos negócios ou motivos de confidencialidade podem exigir segurança adicional para backups ou arquivos mortos (ou seja, um backup do servidor de certificado raiz).

Com que freqüência é preciso fazer backup dos dados ou do servidor — por exemplo, semanalmente, mensalmente, a cada hora ou a cada seis horas?

Considere este cenário do Microsoft MSA 1.5 para Exchange como exemplo.

Um backup total é executado diariamente às 19h, sem a execução de backups diferenciais ou incrementais durante o dia.

Uma interrupção não planejada ocorre às 18h30 na noite seguinte.

Como não há arquivos de backup diferencial ou incremental, é perdido o equivalente a quase 24 horas de dados.

Se o backup total concluído às 19h for complementado com backups diferenciais ou incrementais a cada duas a quatro horas, a perda máxima de dados será o equivalente a um período de duas a quatro horas, em vez de 24 horas inteiras.

A Tabela 2 fornece um resumo das informações de serviço necessárias.

Informações de serviço
Valor do
planejamento
Obs.

Nome do serviço

  

  

Informações sobre o dispositivo

  

  

Número de servidores

  

  

Nome do servidor

  

  

Endereço IP

  

  

FQDN

  

  

Informações de zona

  

  

Propriedades de dados

  

  

Quantidade atual de dados para o backup

  

  

O armazenamento de Sombra de Volume está sendo usado?

  

  

Requisitos de segurança

  

  

Existem ACLs especiais nos dados?

  

  

A disponibilidade é a prioridade mais alta ou procedimentos
de backup padrão seriam suficientes?

  

  

Local dos dados

  

  

Caminho dos dados

Consulte a tabela 3.

  

Filtros de dados a serem aplicados

  

  

É preciso fazer backup do sistema operacional do host?

  

  

Relatórios

  

  

Quem receberá notificações sobre backups?

  

  

Qual será o período de relatórios?

  

  

Período de tempo de backup

  

  

Qual é o período de tempo de backup?

Horário de início
Horário de término

  

O backup pode ser executado durante o horário comercial?

  

  

Armazenamento de dados

  

  

A criptografia é necessária?

  

  

Os dados precisam estar em uma fita física separada?

  

  

Tabela 2
Modelo de requisitos de informações de serviços de backup

Caminho para arquivos de dados ou
nomes de bancos de dados
Letra da unidade Caminho do arquivo

Exemplo:

D:

Sql\data\databases\*.*

Caminho 1

  

  

Caminho 2

  

  

Caminho 3

  

  

Caminho 4

  

  

Caminho 5

  

  

Tabela 3.
Modelo de planejamento de caminhos de dados

:: ( 1ª Parte ) ::
Introdução

Fonte: www.microsoft.com.br

Imprima

© www.projetoderedes.com.br - Termos e Condições de Uso