Brasil é 11º em ranking de conectividade da Huawei

A Huawei divulgou nesta terça-feira, 16/9, um ranking de conectividade com os 25 países mais prósperos do planeta. A Alemanha lidera, seguida pelos Estados Unidos e Reino Unido. O Chile aparece em quarto. O Brasil, em 11º.

Entre as maiores no ramo de equipamentos de rede, a empresa naturalmente defende que quanto mais conectado um neutrinospaís, melhor. E sustenta “que a conectividade dos países está diretamente relacionada ao PIB. Para cada ponto percentual de aumento no ‘índice de conectividade’ o PIB per capita aumenta entre 1,4 e 1,9%, relativamente maior para os países emergentes”.

Esse índice de conectividade avalia 16 parâmetros – infraestrutura, investimento/PIB, regulação, acesso (financeiro), velocidade média de download, banda larga fixa e móvel, crescimento de acesso por smartphones, download de apps, entre outros.

Nessa avaliação, diz a Huawei que “o Brasil pontua bem em qualidade de serviço, em grande medida por conta dos esforços do regulador Anatel em publicar medições mensais de banda larga e a obrigação de as operadoras em atingir metas específicas nos termos de serviço”.

“Se isso certamente é bom, o Chile está fazendo muito mais, com os investimentos em telecom atingindo, em média, 0,9% do PIB (em comparação com 0,5% no Brasil)”, diz o relatório da fabricante. Em tempo: o Chile tem uma economia de US$ 270 bilhões. O Brasil, de US$ 2,2 trilhões.

Segundo a Huawei, até 2015 serão criadas 100 bilhões de conexões no mundo, 90% das quais virão de sensores inteligentes. “Ao aproveitar a conectividade para otimizar todos os processos corporativos, além de reduzir custos e melhorar a eficiência, as empresas estimularão a inovação e mudarão o foco da Internet orientada ao cliente para uma orientação industrial”, diz o relatório.

 

fonte: http://convergenciadigital.uol.com.br