Nova tecnologia de fita da Sony pode levar a cartuchos de até 185 TB

fitaA Sony desenvolveu um novo material para fitas magnéticas que pode armazenar dados com uma densidade de 148 Gigabits por polegada quadrada, o que é aproximadamente 74 vezes a densidade de uma fita padrão atual.

Segundo a empresa a tecnologia representa um recorde mundial em densidade de dados neste tipo de mídia, e pode permitir a criação de cartuchos de fita magnética com capacidade de 185 TB.

Para fins de comparação, uma fita LTO-6 (Linear Tape-Open), a mais recente geração de armazenamento em fita magnética, tem uma densidade de 2 Gigabits por polegada quadrada, ou 2.5 TB por cartucho, sem compressão.

Usada para o armazenamento de dados desde os primeiros computadores digitais, a fita magnética perdeu espaço para os discos rígidos e memória flash nos últimos anos, mas ainda é usada para preservar informações críticas a longo prazo em data centers e arquivos corporativos.

Para criar o novo material a Sony usou uma técnica a vácuo para formação de um fino filme de material, chamada “sputter deposition”. O processo envolve o disparo de ions de argônio sobre um substrato feito de um polímero, o que produz camadas de partículas magnéticas cristalinas.

Controlando as condições de emissão e desenvolvendo um leve substrato magnético no filme, a fabricante foi capaz de criar uma camada de partículas magnéticas com um tamanho médio de 7,7 nanômetros.

A Sony e a IBM, que ajudou a medir a densidade da nova mídia, irão descrever a nova tecnologia durante a Intermag Europe 2014, uma conferência internacional sobre tecnologia magnética que acontece na Alemanha em 4 de Maio.

A Sony alega que quer avançar a tecnologia de deposição de material em finas camadas e comercializar a nova fita, mas não disse quando um produto baseado nesta tecnologia poderá chegar ao mercado.

 

http://pcworld.com.br/noticias/2014/04/30/nova-tecnologia-de-fita-da-sony-pode-levar-a-cartuchos-de-ate-185-tb/