Pesquisa salarial de Administradores de Redes

e_o_salario_o

A Catho Online realiza a cada três meses a Pesquisa Salarial e de Benefícios e traz dados de 1.874 cargos, de 218 áreas de atuação profissional e de 48 ramos de atividade econômica, dentro de 21 regiões geográficas do Brasil, além de sete faixas de faturamento para classificação de porte de empresa. Nesta edição, contou com mais de 158 mil respondentes, de mais 19 mil empresas em 3503 cidades de todo o Brasil.

Veja abaixo trechos da pesquisa para a área de Administrador de Redes:

 

Administrador de Redes Júnior:
Administrar ambientes computacionais de baixa complexidade, definindo parâmetros de utilização de sistemas, implantando e documentando rotinas e projetos e controlando os níveis de serviço de sistemas operacionais, banco de dados e redes. Fornecer suporte técnico no uso de equipamentos e programas computacionais e no desenvolvimento de ferramentas e aplicativos de apoio para usuários. Média salarial no Brasil:  R$ 2.293,14

Administrador de Redes Pleno:
Administrar ambientes computacionais, definindo parâmetros de utilização de sistemas, implantando e documentando rotinas e projetos e controlando os níveis de serviço de sistemas operacionais, banco de dados e redes. Fornecer suporte técnico no uso de equipamentos e programas computacionais e no desenvolvimento de ferramentas e aplicativos de apoio para usuários. Orientar na criação de banco de dados de sistemas de informações geográficas, configurar e instalar recursos e sistemas. Média salarial no Brasil: R$ 3.316,28.

Administrador de Redes Sênior:
Administrar ambientes computacionais de alta complexidade, definindo parâmetros de utilização de sistemas, implantando e documentando rotinas e projetos e controlando os níveis de serviço de sistemas operacionais, banco de dados e redes. Fornecer suporte técnico no uso de equipamentos e programas computacionais e no desenvolvimento de ferramentas e aplicativos de apoio para usuários. Orientar na criação de banco de dados de sistemas de informações geográficas, configurar e instalar recursos e sistemas. Média salarial no Brasil: R$ 4.497,86.

Analista de Administração de Redes Júnior:
Auxiliar em análises referentes ao funcionamento de equipamentos e sistemas. Realizar tarefas de manutenção e segurança das informações, verificar os tempos de resposta da rede e detectar problemas de tráfego. Média salarial no Brasil: R$ 2.233,26.

Analista de Administração de Redes Pleno:
Realizar análises referentes ao funcionamento de equipamentos e sistemas. Realizar tarefas de manutenção a segurança das informações, verificar os tempos de resposta da rede e detectar problemas de tráfego, localizando e solucionando os problemas.
Média salarial no Brasil: R$ 2.768,59.

Analista de Administração de Redes Sênior:
Garantir o bom funcionamento de equipamentos, sistemas operacionais e segurança das informações. Auxiliar o acesso a Internet a todos os usuários da rede interna, cadastrando usuários, senhas e códigos, visando liberar o acesso na rede.
Média salarial no Brasil: R$ 3.935,82.

Coordenador de Administração de Redes:
Coordenar a manutenção de serviços de redes locais, de longa distância e de Internet e que incluem correio eletrônico interno ou público. Cuidar da manutenção da segurança de rede contra acesso indevido, com criação de mecanismos de proteção para impedir a invasão de hackers.
Média salarial no Brasil: R$ 7.916,88.

Gerente de Administração de Redes:
Gerenciar o funcionamento de equipamentos e o perfeito funcionamento de sistemas operacionais na segurança das informações. Auxiliar todos os usuários no acesso a Internet e a rede interna, cadastrar os usuários, suas senhas e códigos que lhes permitem trabalhar na rede. Média salarial no Brasil:
R$ 10.745,20.

Abaixo alguns outros cargos:

Técnico em Telecomunicações: R$ 2.019,02
Engenheiro de Telecomunicações Pleno:  R$ 4.968,93
Gerente de Telecomunicações: R$ 9.812,97

 

Fonte:  (http://www3.catho.com.br/salario/pesquisa-salarial/cargos-salarios)