IBM anuncia investimento de US$ 1 bilhão no Linux

tux_ibmA IBM fará um investimento de US$ 1 bilhão ao longo dos próximos cinco anos para promover o desenvolvimento do Linux, à medida em que tenta adaptar seus mainframes e servidores baseados na arquitetura Power para lidar com a nuvem e “big data” em ambientes de computação distribuídos.

O anúncio do investimento deverá ser feito durante a conferência LinuxCon em New Orleans nesta semana, irá financiar o programas de desenvolvimento de aplicações Linux para os servidores Power e também para expandir um serviço na nuvem que permite que os desenvolvedores escrevam e testem aplicativos para servidores Power antes da implantação. O investimento também servirá como um incentivo para o desenvolvimento de software para os novos processadores Power8 da IBM, que serão usados em servidores no próximo ano.

A IBM também estabelecerá o Power Systems Linux Center em Montpellier, na França, onde os desenvolvedores terão acesso a processadores e servidores Power para desenvolver e testar aplicativos Linux. A empresa já tem centros similares em Beijing, Nova Iorque e Austin, no Texas.

O investimento será aplicado ao desenvolvimento Linux por clientes, desenvolvedores e estudantes, embora a IBM não tenha elaborado como os fundos estarão disponíveis. A IBM espera contribuição de código em aplicativos como o OpenStack, um sistema de computação distribuída que lida com o processamento de grandes conjuntos de dados em uma rede de servidores.

Ao longo de mais de uma década a IBM já investiu milhões de dólares no desenvolvimento do Linux. Este novo anúncio segue a decisão da IBM, no mês passado, de abrir a arquitetura de seus processadores Power e licenciá-la a terceiros que queiram construir servidores e componentes baseados no processador. A IBM espera que o Linux torne o Power8 mais atraente para terceiros que queiram construir servidores baseados em arquiteturas diferentes da tradicional x86.
http://computerworld.uol.com.br/tecnologia/