Carregando Pesquisa
Facebook Twitter
Apostilas Artigos Tutoriais Aulas Blog Ferramentas de Rede Fórum Downloads Colabore Fale Conosco
» artigos
:: Sistemas de Automação Predial

Prof. Especialista José Mauricio Santos Pinheiro em 28/02/2008

 

Os sistemas utilizados nos Edifícios de Alta Tecnologia ou Prédios Inteligentes apresentam tendências para um custo compatível com o grande mercado da eletrônica de consumo, o que proporciona a utilização de dispositivos de controle eletrônicos mais eficazes quando comparados aos tradicionais sistemas de controle ambiental, e que promovem a sinergia das atividades neles desenvolvidas.

As principais áreas onde existem vantagens na incorporação de tecnologia de automação predial são: manutenção, segurança, vigilância e infra-estrutura. A tecnologia incorporada apresenta as seguintes características principais:

  • Suporte aos serviços oferecidos pelas novas tecnologias de informação;

  • Integração de todos os serviços em uma rede de comunicações;

  • Controle e o gerenciamento por meio de uma rede de computadores.

Atualmente, as modernas instalações prediais de um modo geral estão incorporando as tecnologias de automação predial tanto para o seu melhor gerenciamento como para um fornecimento de infra-estrutura mais confiável, diminuindo falhas e possibilitando o aproveitamento mais eficiente dos recursos (energia, água, aquecimento, etc).

O grau de controle alcançado com um sistema de automação predial pode ser variável, sendo uma função do público atendido, de custos, estrutura do prédio e tecnologias utilizadas. Com a perspectiva de utilização dessas novas tecnologias, torna-se necessário considerar os aspectos relacionados com a organização do sistema de automação envolvidos, sistema de gerenciamento predial, configuração de redes internas e externas de comunicação, integração de novos serviços de valor agregado, flexibilidade para a adaptação da rede para a mudança de uso do espaço e conexão aos serviços de comunicação.

As vantagens da adoção de tecnologias de automação predial ficam mais evidentes quando da análise de relatórios emitidos pelo sistema onde podem ser avaliados aspectos como a redução nos custos de manutenção das instalações, economia de energia, detecção rápida de avarias, maior conforto ambiental, maior eficiência na resposta a alarmes, entre outros.

Sistema Elétrico e Iluminação

Em todas as instalações prediais há uma preocupação constante com o controle do consumo de energia elétrica e com o bom funcionamento dos sistemas de geração alternativa de energia. Por essa razão, é interessante o monitoramento desses sistemas com o objetivo de controlar a demanda e o fator de potência dos Grupos Motor-Gerador (GMG) e sistemas de iluminação, na tentativa de otimizar seu consumo. Para isso, um sistema de gerenciamento é responsável por supervisionar os transformadores, disjuntores, quadro de alimentação, centrais de medição, controle de demanda, controle de fator de potência, no-break’s e grupos geradores.

Sistema Hidráulico

Com a automação do sistema de abastecimento de água, é possível monitorar o nível dos reservatórios, bombas em funcionamento e seus defeitos, o consumo de água diário e o controle de sua qualidade.

Sistemas de Condicionamento de Ar, Aquecimento e Ventilação (HVAC)

Os sistemas de condicionamento de ar, aquecimento e ventilação são de grande importância no interior de uma instalação predial. A automação desses sistemas permite o controle mais eficiente da temperatura e da umidade através do controle das centrais de refrigeração e bombas e pela monitoração do sistema de exaustão do prédio, fazendo com que o ambiente apresente uma temperatura confortável, permitindo ainda desligar equipamentos sempre que um ambiente estiver vazio ou momentos antes do final do expediente.

Sistema de Transporte Vertical

A automação do sistema de elevadores possibilita o controle de abertura e fechamento de portas, subida e descida. Determina ainda a prioridade de atendimento a chamadas e a seqüência em que as chamadas serão atendidas. O sistema de controle dos elevadores também pode monitorar o sistema de segurança (utilização de câmeras, por exemplo) e sinalização, verificando se as portas da cabine estão travadas, se a rede elétrica está em condições de movimentar o elevador, se a cabine está no nível do piso e a velocidade do elevador.

Sistema de Telecomunicações

Os sistemas de telecomunicações interligam os diversos pontos de trabalho no edifício e fora dele, proporcionando serviços tais como: videoconferência, transmissão de dados em banda larga, sistemas de telefonia, interfonia, entre outros.

Redes de Computadores

Para atender a todas as necessidades de telecomunicações de um edifício com instalações complexas, um ponto de grande importância é o correto dimensionamento dos espaços e percursos destinados à utilização do cabeamento estruturado. Os novos projetos prediais devem incluir os espaços para dedes de computadores, atentando para a grande diversidade de infra-estruturas que esse tipo de rede necessita para o seu funcionamento e, também, pela necessidade de manutenção rápida e sem grandes transtornos.

A infra-estrutura da rede de computadores, como todas as demais, deve ser idealizada juntamente com o projeto arquitetônico, sendo os espaços dimensionados e localizados sem adaptações posteriores. Não necessariamente esta infra-estrutura deve estar completa desde o início, mas seu projeto deve prever implantações futuras.

Sistemas de Segurança

A segurança predial sempre é um ponto de grande preocupação, tanto em relação à integridade de bens materiais, quanto das pessoas que ali habitam ou trabalham. O sistema de segurança pode abranger os serviços de controle de acesso, alarmes contra roubos, controle de abertura e fechamento de portas a distância, detecção e combate de incêndios e circuito fechado de televisão.

Nos edifícios que utilizam sistemas de automação existe uma grande quantidade de cabos e equipamentos necessários para a interligação dos diversos equipamentos, indicando a necessidade de espaços nos quais estes possam ser alojados, de modo flexível e com facilidade de manutenção. Assim, devem ser previstos locais seguros para o centro de controle operacional, salas de equipamentos e armários ou salas de telecomunicações, com sua adequada hierarquia e prioridade.

Sistema de Automação dos Serviços Administrativos

Este item abrange, principalmente, a área burocrática e a de atendimento direto, que utilizam as novas tecnologias para o melhor e mais eficiente funcionamento dos seus serviços. A automação, nesse caso, possibilita:

  • Maior qualidade e rapidez do atendimento aos ocupantes/usuários;

  • Modernização, controle e rentabilidade para a administração predial;

  • Segurança e racionalização de atividades.

O sistema engloba equipamentos dispersos por todo o edifício, como: terminais de computadores, telefones, ligados à rede, possibilitando uma melhor e mais rápida comunicação, diminuindo o fluxo de pessoas e papéis. A automação dos serviços administrativos abrange diversas áreas do edifício, desde o controle e racionalização dos procedimentos de entrada e saída de pessoas, equipamentos e prestadores de serviços, apoiando atividades como: manutenção, estoques, dispensa de materiais e custos operacionais (mão-de-obra, materiais, etc).

Referências Bibliográficas

MARINELLI, Alexandra; CAMARGO, Azael Rangel. O Estabelecimento de Saúde e o Edifício de Alta Tecnologia. Anais do I Congresso Nacional da ABDEH – IV Seminário de Engenharia Clínica – 2004

NEVES, Raïssa Pereira Alves de Azevedo; CAMARGO, Azael Rangel. Tecnologias Utilizadas nos Edifícios Inteligentes. III Encontro Tecnológico da Engenharia Civil e Arquitetura – ENTECA -2002.

TANENBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. 4ª ed. Rio de Janeiro, Campus, 2004.

José Maurício Santos Pinheiro
Professor Universitário, Projetista e Gestor de Redes, 
membro da BICSI, Aureside, IEC e autor dos livros
 
· Guia Completo de Cabeamento de Redes ·
· Cabeamento Óptico ·

E-mail: jm.pinheiro@projetoderedes.com.br

© www.projetoderedes.com.br - Termos e Condições de Uso