Carregando Pesquisa
Facebook Twitter
Apostilas Artigos Tutoriais Aulas Blog Ferramentas de Rede Fórum Downloads Colabore Fale Conosco
» artigos
:: Os Rumos da Computação Doméstica

José Mauricio Santos Pinheiro em 29/01/2007

 

Historicamente, os computadores se integraram aos lares no início dos anos de 1970 (nos Estados Unidos) com o advento do primeiro computador pessoal. Os primeiros computadores pessoais chegaram aos lares pelas mãos dos profissionais da nascente industria da computação e por entusiastas da eletrônica que queriam montar seus próprios computadores em casa. Aqui no Brasil começaram a se popularizar na segunda metade da década de 1990 e atualmente podem ser encontrados nos lares de muitas famílias brasileiras.

A tecnologia dos computadores pessoais, que foi desenvolvida inicialmente para uso comercial, hoje pode ser encontrada mais facilmente nos lares de muitos brasileiros, embora nossas instalações domésticas apresentem diversas restrições de natureza técnica e poucos periféricos em comparação com os computadores usados nas grandes empresas. Alguns dos itens mais comuns encontrados nos computadores domésticos incluem impressoras, placas fax-modem (para ligações via linha telefônica), controladores de jogos (joysticks, trackballs, etc), leitores de CD ou DVD-ROM e periféricos multimídia, que incluem alto-falantes, fones de ouvido, interfaces para vídeo, etc.

Hoje em dia, as aplicações da computação doméstica vão além do controle de finanças pessoais, arquivo de receitas de cozinha, programas interativos para crianças, central de jogos, entre outros. Na verdade, não há nenhuma aplicação exclusiva para computadores domésticos. Até mesmo os jogos e aplicações multimídia podem ser encontrados em computadores para aplicações corporativas. O que temos é o desenvolvimento de leitores de mídia (CD e DVD-ROM) cada vez mais sofisticados, preparando o caminho para a mídia de entretenimento interativa e as novas aplicações de editoração eletrônica usando o computador.

O uso mais intenso do computador doméstico ocorre em famílias que o aplicam em tarefas ligadas ao trabalho e conexão com a Internet. Segundo uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, o entretenimento é o que faz os computadores domésticos serem mais utilizados. Outras categorias comuns de uso são finanças pessoais, trabalhos escolares, aprendizado de computação e software de educação. Outro dado interessante levantado pela pesquisa é que as famílias que possuem um computador pessoal também costumam ter uma variedade de outros aparelhos eletrônicos a sua disposição, como televisores, videocassetes, DVD, aparelhos de som.

Além das redes domésticas, talvez a tendência mais significativa para o uso de computadores pessoais é a multimídia, que envolve aplicações de voz, processamento de imagens e softwares interativos. Os modernos computadores pessoais para uso doméstico apresentam recursos integrados de multimídia que permitem uma ampla variedade de aplicações que distinguimos atualmente como televisão, telefone e rádio, sem falar no reconhecimento de voz, que futuramente irá permitir enviar comandos verbais para que o computador realize alguma tarefa, aposentando assim os jurássicos mouse e teclado.

José Maurício Santos Pinheiro
Professor Universitário, Projetista e Gestor de Redes, 
membro da BICSI, Aureside e IEC.

Autor dos livros:
 
· Guia Completo de Cabeamento de Redes ·
· Cabeamento Óptico ·
· Infraestrutura Elétrica para Redes de Computadores
·
· Biometria nos Sistemas Computacionais - Você é a Senha ·

E-mail: jm.pinheiro@projetoderedes.com.br

© www.projetoderedes.com.br - Termos e Condições de Uso