carregando Pesquisa
Estamos nas Redes Sociais: Facebook Twitter
Apostilas Vídeos Artigos Aulas Tutoriais Notícias Testes On-Line Fórum Glossário Downloads Blog Colabore Fale Conosco
Compartilhe:

Projeto de Redes
está hospedado em: metrored.com.br

» artigos
:: Por que estudar Sistemas de Informação?

José Mauricio Santos Pinheiro em 28/09/2004

 

Os recentes desenvolvimentos nas tecnologias da informação têm provocado um grande impacto na sociedade em que vivemos. A informação passou a representar o conceito central da grande maioria das atividades modernas e as redes de comunicação interferem constantemente no modo como as pessoas e organizações conduzem seus negócios, o que originou, inclusive, o termo "Era da Informação" para o momento atual.

Breve Histórico

Na década de 1970, surgiu o curso de Tecnologia em Processamento de Dados para formar profissionais (tecnólogos) que pudessem trabalhar com os grandes computadores, os Mainframes. Posteriormente, na década de 1980, surgiu o curso de Análise de Sistemas com o objetivo de formar profissionais que pudessem desenvolver sistemas e interagir com os usuários desses sistemas.

Na atualidade, a Comissão de Especialistas de Ensino de Computação e Informática (CEEInf) do MEC, propôs novas diretrizes para os cursos da área de computação e informática, criando o curso de Sistemas de Informação, em substituição aos dois anteriores. O objetivo desse novo curso é capacitar os profissionais não só no desenvolvimento de sistemas e utilização de diferentes tecnologias, mas também interagir com os processos administrativos das corporações como um todo, ou seja, assumindo um papel mais completo, dominando a tecnologia e o processo gerencial.

Sistemas de Informação

Por definição, um Sistema de Informação (ou, simplesmente SI) é um conjunto de componentes inter-relacionados que coletam, manipulam e disseminam dados e informação, proporcionando um mecanismo de realimentação (feedback) para atender a um objetivo determinado. Esse feedback representa a saída que será utilizada para promover eventuais mudanças na entrada ou nas atividades de processamento. Por exemplo, a saída de um SI pode indicar que o nível de estoque de um determinado produto está muito baixo. Um administrador pode usar essa informação de feedback e solicitar a reposição desse estoque rapidamente.

Os sistemas de informação estão difundidos por todas as funções organizacionais. Eles são usados por áreas como contabilidade, finanças, vendas, produção e assim por diante. Em conseqüência, esse uso generalizado aumenta a necessidade por novos sistemas cada vez mais complexos e por profissionais com conhecimento no seu desenvolvimento e gerenciamento.

Dados, Informação e Conhecimento

Dados consistem em fatos não trabalhados, mas que podem ser usados para representar esses fatos como, por exemplo, o nome de um usuário, número de pedidos de venda, etc. Quando os fatos são organizados ou ordenados, apresentando algum significado, eles se tornam informação. Por exemplo, o total de vendas mensais é uma informação mais relevante para os administradores de uma corporação do que o número de vendas individuais de seus representantes comerciais. Assim, a informação é uma coleção de fatos organizados de modo que adquirem um valor adicional além do valor dos próprios fatos.

Do exposto acima, o tipo de informação depende dos relacionamentos definidos entre os dados existentes. Adicionar novos dados significa que os relacionamentos podem ser redefinidos e novas informações podem ser criadas. Essa transformação dos dados em informação é, na verdade, um conjunto de tarefas logicamente relacionadas e executadas para atingir um resultado definido, comumente conhecido como "processo".

O processo de definição de relacionamentos de dados exige dos profissionais que trabalham com Sistemas de Informação um conhecimento específico e parte desse conhecimento baseia-se na compreensão do processo de conversão dos dados em informação. Portanto, o profissional de SI deve compreender a informação como dados que se tornam úteis quando aplicados com conhecimento.

Características da Informação

Quando uma informação não é suficientemente precisa ou completa, um profissional pode tomar decisões equivocadas, podendo gerar grandes prejuízos sociais e/ou econômicos. Por esse motivo, a importância da informação pode apresentar diferenças dependendo do valor que é atribuído para cada uma de suas características de qualidade. Dentre as características de valor que podemos atribuir a informação podemos destacar:

Precisão: A informação não contém erro. Uma informação imprecisa normalmente é originada por dados imprecisos que alimentam o processo;

Completa: A informação contém todos os fatos importantes;

Confiável: A confiabilidade da informação depende do método de coleta dos dados (fonte dos dados). Quanto mais precisa essa fonte, mais confiável a informação;

Relevante: Uma informação relevante é essencial na tomada de decisões;

Verificável: A informação pode ser conferida para assegurar que está correta;

Acessível: A informação deve ser facilmente acessível aos usuários autorizados, que podem obtê-la na forma correta e no tempo certo;

Segura: A informação deve ser segura para possibilitar o seu acesso apenas pelos usuários autorizados.

Os cursos de Bacharelado em Sistemas de Informação têm a computação como atividade meio, visando formar recursos humanos capazes de utilizar o conhecimento para transformar dados em informação na automação dos sistemas das organizações. Esses cursos reúnem a tecnologia da computação e da administração, possuindo de ambas as áreas um enfoque prático e objetivo.

Formação Profissional

Segundo as "Diretrizes Curriculares de Cursos da Área de Computação e Informática" do MEC, os cursos de Sistemas de Informação buscam a formação de recursos humanos que, apoiados nos conceitos e técnicas de informática, teoria de sistemas e administração, contribuam para o desenvolvimento tecnológico da computação com vistas a atender necessidades da sociedade na solução dos problemas de tratamento de informação nas organizações, por meio da concepção, construção e manutenção de modelos informatizados de automação corporativa. Dentre essas necessidades podemos citar o armazenamento da informação sob os mais variados tipos e formas e sua recuperação em tempo aceitável; a comunicação segura, rápida e confiável; a automação, controle e monitoração de sistemas complexos, entre outros.

Neste enfoque, os Sistemas de Informação podem ser definidos como uma combinação de recursos humanos e computacionais que interrelacionam a coleta, o armazenamento, a recuperação, a distribuição e o uso de dados com o objetivo de maior eficiência gerencial (planejamento, controle, comunicação e tomada de decisão), nas organizações. Assim, o profissional de SI tem a responsabilidade geral de desenvolver, implementar e gerenciar uma infra-estrutura de tecnologia da informação (computadores e comunicação), dados (internos e externos) e sistemas que abrangem toda a organização. Tem ainda a responsabilidade de fazer prospecção de novas tecnologias e auxiliar na sua incorporação às estratégias, planejamento e práticas da organização.

Os principais cargos ou funções que este profissional pode assumir vão desde Analista de Sistemas / Programador, Administrador de Banco de Dados, Analista de suporte / Administrador de Redes e Servidores Internet, passando por Gerente de Centro de Informações (Antigo CPD), chegando até Consultor / Auditor na área de Tecnologia da Informação.

Conclusão

Os computadores e os sistemas de informação mudam continuamente a sociedade e a maneira de pensar das pessoas, sendo cada vez mais usados como meios para criar, armazenar e transferir informação. O estudo de Sistemas de Informação bem como o seu desenvolvimento envolve perspectivas múltiplas e conhecimentos multidisciplinares que incluem diversos campos do conhecimento como a ciência da computação, a ciência comportamental, a ciência da decisão, ciências gerenciais, ciências políticas, pesquisa operacional, sociologia, contabilidade e outras.

Os Sistemas de Informação possibilitam aos profissionais responsáveis por projetos reunir dados para obter informações detalhadas e definir as ações que deverão ser tomadas na execução de alguma atividade importante, ou seja, o valor da informação está diretamente ligado ao modo como os SI auxiliam os profissionais responsáveis pela tomada de decisões a alcançar as metas que a organização almeja.

No contexto da formação superior, deve-se considerar a importância de currículos que possam, efetivamente, preparar pessoas críticas, ativas e cada vez mais conscientes dos seus papéis na sociedade e profissionais cientes da sua contribuição para o progresso científico e tecnológico, incentivando ainda as habilidades para reconhecer e aproveitar oportunidades de novos negócios e novos nichos de mercado - o empreendedorismo.

Um sistema de informação melhora as comunicações e, como resultado, melhora o atendimento aos usuários, proporcionando facilidades para que estes possam executar adequadamente suas atividades diárias. Conhecer o potencial dos sistemas e ter a capacidade para trabalhar com eles torna-se uma estratégia vital para as organizações que desejam atingir metas de qualidade e produtividade.

Finalmente, os profissionais de SI são recursos humanos importantes para atender as necessidades do mercado de trabalho atual que, por sua vez, apresenta um campo profissional bastante amplo e diversificado. Segundo o MEC, estima-se que o mercado de trabalho necessite de 50 a 75% de egressos desses cursos sobre o total de egressos necessários para o mercado de computação, sendo que cerca de 80% dos profissionais da área podem desenvolver outras atividades como marketing e vendas, além das ocupações tradicionais como o projeto, desenvolvimento e manutenção de sistemas.

José Maurício Santos Pinheiro
Professor Universitário, Projetista e Gestor de Redes, 
membro da BICSI, Aureside e IEC.

Autor dos livros:
 
· Guia Completo de Cabeamento de Redes ·
· Cabeamento Óptico ·
· Infraestrutura Elétrica para Redes de Computadores
·
· Biometria nos Sistemas Computacionais - Você é a Senha ·

E-mail: jm.pinheiro@projetoderedes.com.br



Sumário


Sumário



Sumário

© www.projetoderedes.com.br - Termos e Condições de Uso