Carregando Pesquisa
YouTube Facebook Twitter
Apostilas Artigos Tutoriais Aulas Blog Ferramentas de Rede Fórum Downloads Colabore Fale Conosco
» artigos
::Políticas de Backup Corporativo

José Mauricio Santos Pinheiro em 02/02/2005

 

Atualmente os sistemas corporativos requerem soluções de backup cada vez mais velozes, flexíveis e confiáveis, preparadas para atender uma multiplicidade igualmente maior de plataformas.

Essa necessidade de garantir a integridade e a segurança da informação é tão grande que os profissionais de redes não podem contar apenas com simples sistemas de armazenamento, necessitando utilizar recursos mais eficientes como os sistemas de backup corporativo, por exemplo.

A adoção dessas soluções depende de um correto planejamento tecnológico que deve ser adaptado ao foco do negócio, integrando de forma inteligente a tecnologia utilizada aos novos hardwares e softwares e que ofereçam meios para gerenciar constantemente esses componentes.

Gerenciamento

O gerenciamento é um fator importante na arquitetura da rede, pois apenas um conjunto de soluções de hardware e software por si só nada pode garantir em termos de eficiência e segurança no tráfego de informações.

Para que o sistema de uma empresa possa prover segurança e velocidade para os dados dos seus usuários é imprescindível um perfeito gerenciamento desses dados. Identificar onde e como cada dado deve ser armazenado, qual o volume de informações críticas existentes, quantos dados desprezíveis são armazenados, são questões importantes para se definirem regras de armazenamento e a necessidade ou não de expansão dos componentes de armazenamento. O maior desafio, porém, é desenvolver uma infra-estrutura capaz de operar sobre os padrões abertos e independentes de plataformas de hardware de armazenamento.

Uma das soluções utilizadas para solucionar o problema do gerenciamento é a consolidação de "storage", onde diversos ambientes de armazenamento são centralizados em um único local, facilitando a administração e o gerenciamento dos dados armazenados. Dessa forma, o gerenciamento permite que toda a configuração e monitoração dos processos de backup e recovery seja centralizada em um único ponto, independente de localização física do mesmo.

Estão disponíveis no mercado soluções completas e abrangentes, contando com uma infra-estrutura de hardware e software para maximizar a disponibilidade de níveis de serviço (SLA) visando operações de ambiente de missão crítica. A existência de mecanismos para atender às necessidades de janela de tempo de backup, sem a interrupção da operação normal e para situações de recuperação de desastres complementa a arquitetura de backup corporativo.

É necessário realizar também um levantamento relacionando todos os servidores que serão os clientes do backup/restore e todos os sistemas operacionais, bancos de dados e aplicativos envolvidos e da rede de interligação dos mesmos, objetivando garantir a confiabilidade da operação, mesmo em situações de falha de alguns dos componentes. O dimensionamento e configuração dos servidores de backup e dos dispositivos de backup (incluindo número de unidade de fitas para cada dispositivo) devem ser indicados, assim como a arquitetura de rede e política de compartilhamento de unidades de fita (uso ou não de Storage Area Network / Fibre Channel).

Figura 1 – Gerenciamento em Backup Corporativo

Falhas de projeto

Diversos são os casos de implementações de backup que não conseguem suportar o alto crescimento do volume de dados e que, após um curto intervalo de tempo, requerem um novo projeto de storage. Nessas situações, normalmente cometem-se erros básicos que vão desde um dimensionamento equivocado dos dispositivos de backup, a utilização de softwares com insuficiência de funcionalidades e a falta de planejamento na utilização da rede, incluindo aí uma má implementação de redes SAN (Storage Area Netwoks).

As restrições de compatibilidade são observadas principalmente em softwares dependentes de plataformas de hardware de armazenamento, implicando em uma implementação de backup com características proprietárias e que simplesmente não funcionam ou funcionam mal quando da inclusão de outras plataformas de hardware de armazenamento no ambiente de backup.

Uma infra-estrutura de hardware e software de backup deve ser flexível para suportar o maior número possível de sistemas operacionais, além de utilizar as interfaces e utilitários nativos das principais aplicações do mercado.

Erros em procedimentos de backup

O termo backup está diretamente associado à segurança de dados e deve receber uma atenção especial do administrador de rede.

Qualquer descuido pode ser fatal para os dados mais importantes de uma empresa. Manter mídias de backup em locais inadequados e sujeitos à umidade, influência de campos magnéticos e alta temperatura pode danificá-las. Utilizar um mesmo local de armazenamento tanto para pastas e arquivos de backup quanto para todos os dados em uso é outro fator de risco de perda de dados se algum simples problema acontecer. Um deles poderia ser, por exemplo, um dano físico no disco rígido, em que estão guardados os dados e o backup, juntos.

Outra falha está em deixar as rotinas de backup acontecerem sem qualquer tipo de gerenciamento e sem observar procedimentos específicos de segurança. É necessária uma atenção especial para essa questão, evitando-se que o backup seja esquecido ou que a mídia não seja trocada e até mesmo que a política de segurança da empresa seja ignorada.

Torna-se imprescindível elaborar um conjunto de procedimentos chamados de política de backup (ou backup off site), que consiste na retirada periódica da mídia de armazenamento do local onde o backup é gerado. Essa mídia é levada geralmente para fora do local por uma pessoa de confiança e que se envolva no processo, mesmo que indiretamente. Com isso, mesmo no caso de um acidente (incêndio, explosão, etc), os dados estarão resguardados em local seguro.

Produtos de backup corporativo

Os produtos de backup corporativo que estão disponíveis no mercado são diversificados e projetados para uso ótimo com uma biblioteca de fita, atendendo as necessidades do administrador de rede de maneiras diferentes. Porém, considerando que a demanda por backup de dados é universal, é importante oferecer funcionalidade e confiabilidade juntamente com uma interface apropriada para administradores com variados níveis de experiência. Flexibilidade também é necessária, pois os administradores de rede devem editar tarefas existentes e reconfigurar parâmetros com rapidez e facilidade quando as circunstâncias assim o exigirem.

Por fim, um bom produto deve ser capaz de lidar com a diversidade de marcas e padrões normalmente encontrados em um ambiente de rede heterogêneo.

Conclusão

Gerenciar informações de forma eficiente é um desafio encontrado por empresas de todos os portes e segmentos. Um mau gerenciamento dos dados pode ocasionar prejuízos muitas vezes ocultos, como baixa velocidade de acesso, má utilização dos componentes de armazenamento e um alto custo total de propriedade (TCO).

Nenhum sistema de armazenamento está completo sem uma solução adequada de cópias de segurança. Assegurar a integridade dos dados é um dos maiores desafios da área de Tecnologia da Informação de uma empresa, principalmente porque soluções como espelhamento remoto e cópia de dados não conseguem garantir essa integridade em situações de erros humanos, sabotagens ou mesmo desastres de proporções não previstas. Em muitos destes casos, somente uma cópia tipo backup pode resolver a situação.

José Maurício Santos Pinheiro
Professor Universitário, Projetista e Gestor de Redes, 
membro da BICSI, Aureside e IEC.

Autor dos livros:
 
· Guia Completo de Cabeamento de Redes ·
· Cabeamento Óptico ·
· Infraestrutura Elétrica para Redes de Computadores
·
· Biometria nos Sistemas Computacionais - Você é a Senha ·

E-mail: jm.pinheiro@projetoderedes.com.br

© www.projetoderedes.com.br - Termos e Condições de Uso