Carregando Pesquisa
YouTube Facebook Twitter
Apostilas Artigos Tutoriais Aulas Blog Ferramentas de Rede Fórum Downloads Colabore Fale Conosco
» artigos
:: O Windows Longhorn

Alexandre Batista Domingues em 01/03/2004

 

"A próxima versão do sistema operacional Windows, conhecida como Longhorn, será tão diferente dos seus antecessores que talvez os usuários não gostem muito dela inicialmente".  (Bill Gates)

Embora os programadores já estejam testando o Longhorn, é improvável que ele comece a ser vendido antes de 2006.

Como é de costume, além de afirmar que a nova versão é mais segura, a Microsoft diz que ela vai tornar mais fácil a organização e a busca de arquivos. Afirmam também que o novo Windows diminua a necessidade de reinicializar o computador em caso de problemas. 
Na verdade o que nós esperamos mesmo é que diminuam os problemas.

Esteticamente, embora se pareça muito com versões atuais dos sistemas Windows, o LongHorn é mais limpo e com tons predominantes de azul.

Dentre as novidades destacam-se:

Barra Lateral

A Barra Lateral fica em um dos lados da tela e pode ser configurado para conter informações importantes, como listas para o envio de mensagens instantâneas e links para sites favoritos

Um dos elementos opcionais da Barra lateral permite alternar entre várias áreas de trabalho virtuais – um recurso padrão das interfaces gráficas que acompanham o Linux –

O ícone "Meus Documentos" na área de trabalho não abre mais uma pasta específica no disco rígido, mas mostra documentos em qualquer parte do sistema que tenham as marcas em XML.

Novo sistema de armazenamento de arquivos o WinFS (Windows Future Storage)

O WinFS é baseado em uma tecnologia do Yukon, (codinome da próxima versão do banco de dados Microsoft SQL Server ) e deverá substituir os sistemas de arquivo NTFS e FAT32, usados nas versões atuais do Windows.

Esse sistema vai usar tecnologia derivada da Internet para que seja possível procurar e catalogar qualquer tipo de arquivo com apenas um sistema, o que deve acabar com a necessidade de usar um sistema diferente para cada aplicação.

Informações de um catálogo de endereços de e-mail, por exemplo, poderão ser acessados de diversos programas, em vez de apenas o software de correio eletrônico.

Os diretórios e pastas serão substituídos com metadados em formato XML permitindo aos usuários encontrar documentos relacionados a tópicos e projetos específicos com maior facilidades.

Segurança

Uma das novidades no Longhorn é uma tecnologia de segurança baseada em hardware chamada NGSCB (Base de Computação Segura de Próxima Geração), também conhecida como Palladium, é composta por novos softwares e hardwares que funcionarão em conjunto para proteger os dados dos usuários do ataque de hackers maliciosos, vírus e spyware

As entidades de defesa do direito à privacidade afirmam que o NGSCB pode ser usado, e provavelmente será, para impor medidas abusivas de proteção a direitos autorais, pois, entre muitas coisas, o NGSCB poderia permitir que os titulares de direitos autorais criassem aplicativos para administrar esses direitos.

Mas nem mesmo a Microsoft tem grandes certezas sobre os detalhes do NGSCB. A tecnologia ainda está sendo desenvolvida e a empresa acredita que ela será usada primeiro no mundo dos negócios, por instituições financeiras ou organizações governamentais que precisem transferir dados com alto grau de segurança.

Plataforma .NET

A plataforma .NET presente em quase toda a linha de produtos Microsoft, será outro elemento-chave do Longhorn. A plataforma .NET conecta uma grande variedade de tecnologias, telefones celulares a servidores corporativos, permitindo o acesso a informações, onde e sempre que forem necessárias. Possibilita que sistemas e aplicativos conectem seus dados e transações independentes do sistema operacional, tipo de computador ou de dispositivo móvel que sejam utilizados, ou que linguagem de programação tenha sido utilizada na sua criação.

Requisitos para instalação

Para a instalação do Microsoft Longhorn, é necessário no mínimo de um processador de 600 MHz, 256 MB de RAM e 3 GB de espaço livre em disco.

Se o Windows Longhorn trouxer tudo que se está esperando dele, será de fato um sistema novo e não apenas uma versão mais pesada e pouco melhorada do Windows XP.

 



Alexandre Batista Domingues

Tecnólogo em Processamento de Dados, Projetista e Gestor de Redes, 
Analista de Suporte no Centro Universitário de Volta Redonda RJ
 


E-mail:[email protected]

© www.projetoderedes.com.br - Termos e Condições de Uso